Capital do Agreste celebra 156 com muita festa

Capital do Agreste celebra 156 com muita festa
Para marcar a data, a Fundação de Cultura e Turismo preparou programação especial. O aniversário terá direito a corte de bolo gigante, alvorada e ao encerramento do Nação CulturalRobson MeriévertonNeste sábado (18), Caruaru comemora seus 156 anos de emancipação política. Para marcar a data com muita festa, a prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, preparou um dia cheio de programação. O aniversário terá direito a corte de bolo gigante, alvorada, festival de serestas e ao encerramento do Pernambuco Nação Cultural. O evento é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco).

A programação abrangerá os principais pontos da cidade. A partir das 7h, a comemoração tem início com a tradicional alvorada no Marco Zero e a participação das bandas Nova Euterpe, do 4º Batalhão da Polícia Militar e Comercial. O cortejo musical sairá da rua 1º de Maio com destino ao Centro. Às 8h, acontecerá o hasteamento das bandeiras e, logo em seguida, haverá celebração eucarística presidida pelo monsenhor Bosco, às 9h, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição. O corte do bolo gigante, que pesa 156 quilos, está marcado para as 10h.

À noite, a festa continua com dois polos de animação. Na rua 15 de Novembro, a prefeitura promove, pelo sexto ano, o Festival da Seresta, a partir das 20h. No palco, dez cantores caruaruenses participarão das apresentações. A novidade é a presença da 1ª Orquestra Sinfônica Municipal Juvenil, comandada pelo maestro Bitonho e composta por alunos violinistas do Monte Bom Jesus e do Salgado, além dos metais do Colégio Municipal Álvaro Lins. O grupo é formado por cerca de 80 músicos, que fazem parte dos projetos mantidos pela prefeitura.

NAÇÃO CULTURAL
Com apresentações envolvendo música, audiovisual, espetáculos de teatro e dança, literatura, fotografia, artes visuais, artesanato, oficinas e palestras, o Festival Pernambuco Nação Cultural aporta pelo segundo ano consecutivo em Caruaru. Realizado na cidade desde a última quarta-feira (15), a programação segue até este domingo (19), em diversos polos de animação.

No Palco Nação Cultural, localizado na antiga Estação Ferroviária, o público poderá conferir o que há de mais expressivo na música brasileira contemporânea. Na programação deste sábado (18) tem Daniel Finizola, Caravana do Delírio, Tibério Azul e o músico Dado Villa-Lobos, ex-integrante do Legião Urbana. As apresentações começam às 21h.

No Palco Coreto, também na área da Estação Ferroviária, a maratona artística segue com Thiago Rozilla, Outras Falas e Cássio Sette. Os shows começam a partir das 20h. Já no Parque Ambientalista Severino Montenegro tem o Baile dos Seres Imaginários, Felipe Magoo e Caxiado. No domingo (19), a animação fica por conta das Fadas Magrinhas e do caruaruense Almério. As apresentações iniciam às 18h.

Ainda no sábado tem o projeto ‘‘Cultura Livre nas Feiras”, que traz apresentações de artistas populares, como o declamador Dorge Taborda, Boi Mirim do Mestre Gersino Cordelista, Espingarda do Cordel e Wilson China. Tudo começa às 8h, no Museu do Cordel, localizado no Parque 18 de Maio. No Alto do Moura, às 14h, haverá Encontro de Bacamarteiros comandado pelo capitão Gilberson, com a presença dos Batalhões 333 e 139. Por lá ainda se apresenta o cantor Humberto Boni. Às 15h tem o Encontro de Pifeiros, com a participação de várias bandas de pífanos da cidade.

TEATRO
Como parte do Nação Cultural, também está programado para este sábado duas apresentações teatrais. A primeira acontece no Teatro Rui Limeira Rosal (Sesc), com a montagem ‘‘Fio Mágico”, do grupo Mão Molenga Teatro de Bonecos (Recife). Já a segunda ocorre no Parque Municipal Severino Montenegro, com o espetáculo ‘‘Circo – Picadeiro Pernambucano – Tradição Milenar”, do Grupo Carcará, também da capital pernambucana.

No domingo (19), último dia de apresentações, o público ainda pode conferir os espetáculos ‘‘Conto de Retalho”, da Cia. Faz de Conta (Garanhuns), que será encenado no Teatro Rui Limeira Rosal, às 16h, e ‘‘Divinas”, da Companhia Duas (Recife), no Parque Severino Montenegro, às 17h.

Sobre o autor

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *