Feira da Sulanca de Caruaru vai mesmo mudar. Agora, com o aval do Ministério Público

Foi decidido durante reunião no fim desta manhã, 04, no Ministério Público. A Prefeitura pode continuar os trabalhos de transferência da Feira da Sulanca.

Zé Queiroz 2

De acordo com o secretário de Gestão e Serviços Públicos, Paulo Cassundé, que participou do encontro com a Promotora Gilka Miranda, “os próximos passos serão a apresentação do orçamento atualizado do projeto; a solicitação da licença ambiental provisória; a autorização de supressão vegetal junto à CPRH; e da licença de instalação e operação à URB”.

O Secretário assinou o Termo de Ajustamento de Conduta -TAC, que pontua as medidas necessárias à realização da transferência da Sulanca. Entre os fatores elencados sobressai o processo de licenciamento ambiental. “Nossa expectativa é que até o fim de janeiro todos os trâmites legais estejam cumpridos, para que então a implantação do projeto seja iniciada”, observou Cassundé.

Estiveram presentes na audiência promovida pelo MP representantes da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, da Empresa de Urbanização e Planejamento – URB, da Secretaria de Gestão e Serviços Públicos, além do ex-proprietário do terreno, e advogados dos citados.

A mediação do Ministério Público encerra as especulações em torno da continuidade do projeto de transferência da Sulanca. A Prefeitura confirma que o local da nova feira será aquele amplamente divulgado, à margem direita da Br-104, no sentido Caruaru-Toritama, em área desapropriada pelo município, com 60 hectares.

 

http://www.jornaldecaruaru.com.br/

Sobre o autor

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *