Hospital Mestre Vitalino será inaugurado neste sábado

Hospital Mestre Vitalino será inaugurado neste sábado
A unidade inicia atendimento a partir deste domingo (15), com 30% de sua capacidade. Até dezembro, deverá estar em sua plenitude. O governador João Lyra estará presente na cerimôniaWagner Gil

Será inaugurado, neste sábado (14), a partir das 11h, o Hospital Mestre Vitalino, maior unidade erguida no Estado nos últimos 40 anos e que faz parte do plano de reestruturação da saúde pública estadual, iniciado pelo governo de Eduardo Campos, em 2008. O HMV está localizado nas proximidades da casa de shows Palladium, às margens da BR-104 (km 61), consumindo recursos na ordem de R$ 102 milhões, numa parceria dos governos Federal e Estadual.

O local tem área construída de quase 47 mil m² e contará com 275 leitos, sendo 202 de internação, 40 de UTI, 20 de UCI e 13 de recuperação pós-anestésico, além de 38 leitos de observação na emergência. O hospital será inaugurado pelo governador João Lyra Neto; pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro; pelo prefeito de Caruaru, José Queiroz; e pela secretária estadual de Saúde, Ana Maria Albuquerque.

Havia uma expectativa da presidente Dilma Rousseff (PT) comparecer à solenidade, mas, apesar de estar em Pernambuco um dia antes, ela não virá, segundo informou o cerimonial do Palácio do Campo das Princesas.

O Mestre Vitalino será o maior hospital do Interior do Estado e vai atender 1,7 milhão de habitantes de 52 municípios da região. A unidade terá capacidade para realizar cerca de 4 mil atendimentos por mês na emergência, oferecendo clínica médica, cirurgia geral, pediatria, cardiologia e neurologia. Já no ambulatório, a capacidade é de cerca de 5 mil consultas por mês.

O HMV representa a quarta unidade de grande porte erguida pelo governo de Eduardo Campos/João Lyra Neto. Já foram entregues os hospitais Miguel Arraes (Paulista), o Dom Hélder Câmara (Cabo de Santo Agostinho) e o Pelópidas Silveira, no Curado.

Em Caruaru, os investimentos do Governo do Estado nos últimos anos na saúde são visíveis, com a inauguração da UPA, construção da UPA Especialidades e do Hospital da Mulher, além das reformas no São Sebastião – fechado há quase dez anos – e no Hospital Regional do Agreste. Com o São Sebastião reativado e o Mestre Vitalino funcionando em sua plenitude, serão quase 600 novos leitos disponíveis para a população da região.

Com perfil de emergência para média e alta complexidade, o Mestre Vitalino começará o atendimento à população com cerca de 30% de sua capacidade e seguirá um cronograma específico de implantação e ampliação dos serviços. Inicialmente, a unidade abrirá as portas com atendimento de emergência e ambulatório de clínica médica. A expectativa é que, nos três primeiros meses, os dois serviços realizem uma média mensal de 1.000 e 1.400 atendimentos, respectivamente. A UTI de adultos (40 leitos) e a enfermaria de clínica médica (31 leitos) também começarão a funcionar imediatamente. Os exames de patologia clínica, raio-X, ultrassom, endoscopia, colonoscopia, tomografia, fisioterapia motora, anatomia patológica e ecocardiograma também estarão disponíveis aos usuários do SUS.

Já no segundo trimestre, a unidade passará a contar com emergência pediátrica e ambulatório de pediatria, o que representa um acréscimo mensal de 500 e 150 atendimentos, respectivamente. A enfermaria pediátrica (22 leitos) e a UTI pediátrica (10 leitos) também começam a funcionar. “Como todo hospital de grande porte, o Mestre Vitalino terá que seguir um cronograma específico de implantação dos serviços. Isso é essencial para melhor ajuste dos setores e organização do fluxo interno. Assim foi feito com os hospitais metropolitanos Miguel Arraes, Dom Hélder Câmara e Pelópidas Silveira, com resultados muito satisfatórios. E também é importante ressaltar que, com a abertura de uma emergência e um ambulatório, já começaremos a beneficiar os usuários do SUS de imediato”, explica a secretária Ana Maria Albuquerque.

A expectativa é que, no início de 2015, o Mestre Vitalino passe a operar com 100% de sua capacidade. Isso significa que a unidade será referência para os casos de urgência e emergência também nas especialidades de cirurgia geral, neurologia clínica, cirurgia vascular, cardiologia, oncologia e urologia. Ao todo, serão 202 leitos de internação, além de 60 leitos de terapia intensiva, divididos na UTI pediátrica (10 leitos), UTI para adultos (40 leitos) e UTI coronária (10 leitos), e 13 leitos na sala de recuperação pós-anestésica.

Com sua estrutura em plena capacidade, o hospital realizará mensalmente 3.423 consultas, 3.593 atendimentos de emergências e 960 internações. O Mestre Vitalino será referência e ajudará a desafogar a grande demanda sobre o Hospital Regional do Agreste.

HOMENAGEADO
Vitalino Pereira dos Santos nasceu no dia 10 de julho de 1909, no distrito de Ribeira dos Campos, em Caruaru. Aos seis anos de idade, começou a modelar pequenos animais com as sobras do barro usado por sua mãe na produção de utensílios domésticos, que eram vendidos na Feira de Caruaru.

O apogeu da obra do mestre, porém, veio em 1960, quando, depois de ganhar notoriedade, fez sua primeira viagem de avião para o Rio de Janeiro. Durante os 15 dias que permaneceu na cidade, compareceu a exposições, entrevistas e programas de TV. Ele morreu em 1963, aos 57 anos, vítima de varíola.

fonte: jornal vanguarda

Sobre o autor

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *