Policiais fincam cruzes em protesto contra violência em Caruaru

O ato também tem o objetivo de chamar a atenção da população e cobrar melhores condições de trabalho e estruturação das delegacias

20151014141852334367i

 

 

O aumento do número de homicídios em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi denunciado nesta quarta-feira pelo Sindicatos do Policiais Civil de Pernambuco (Sinpol-PE). A categoria fincou três mil cruzes no Marco Zero da cidade. Segundo o sindicato, até o dia 12 de outubro, mais de três mil homicídios foram registrados em Pernambuco e, destes, mais de 160 em Caruaru e mais de 300 nas regiões próximas ao município, no Agreste do estado. O ato também teve o objetivo de chamar a atenção da população e cobrar melhores condições de trabalho e estruturação das delegacias.

 

O número de assassinatos em Caruaru cresceu 400% em agosto deste ano, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Até o dia 30 foram assassinadas 25 pessoas na cidade, segundo a Secretaria de Defesa Social. No mesmo período de 2014, seis homicídios foram registrados. Das 315 pessoas assassinadas em agosto deste ano no estado, 92 foram mortas no Agreste. A maioria das vítimas de homicídio é do sexo masculino, com idades entre 17 e 45 anos. Grande parte das mortes (75) foram por arma de fogo.

Também em agosto, para denunciar o crescimento da violência em Pernambuco, os policiais civis do estado fincaram 2.239 cruzes na praia de Boa Viagem, zona sul do Recife, Na ocasião, o diretor do sindicato, Mauro Falcão, acrescentou que a categoria cobra melhores salários e  condições de trabalho, alegando que faltam condições mínimas, com delegacias sem água, papel higiênico e sem material de escritório. O sindicalista disse ainda que o governo não negocia reajustes, alegando limites gerados pela lei de responsabilidade fiscal, deixando os policiais desmotivados e insatisfeitos.

 

 

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/

Sobre o autor

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *