Prefeitura dá terreno e Caruaru ganha Câmara do Tribunal de Justiça

O prefeito José Queiroz foi recebido pelo presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Frederico Neves, nesta terça, 15, para tratar da instalação da Câmara Regional do TJPE em Caruaru. Com a iniciativa, os processos em segunda instância serão julgados aqui mesmo no município, por desembargadores designados para atuar na cidade.

Isso dará agilidade às decisões da Justiça e facilitará a atuação dos advogados do Interior.Na audiência, Queiroz  informou que a Prefeitura vai doar o terreno para a construção da sede própria da Câmara Regional e, enquanto a obra estiver em execução, o órgão judicial funcionará no prédio da antiga Coletoria Estadual, ainda este ano, em mais uma concessão do Governo Municipal para agilizar a vinda da Terceira Entrância para Caruaru.

Nos últimos meses, o juiz Gleydson Lima tem sido o principal interlocutor entre o Tribunal de Justiça e a Prefeitura de Caruaru, exercendo decisivo papel de articulação. A história, porém, tem oito anos. Queiroz já vem tratando o tema desde 2006, quando exerceu o mandato de deputado e foi relator do projeto que instituiu o Código de Organização Judiciária de Pernambuco, na condição de presidente da Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa.

Na época, ele defendia a instauração da Terceira Entrância em Caruaru e conseguiu inserir a proposta no Código, com previsão de implantação em 2010. “O projeto por que tanto lutamos não foi levado adiante, mas, agora, o TJPE está empenhado em implantar a Câmara Regional, o que representa uma significativa vitória para Caruaru”, comemorou o prefeito. A instalação da unidade é um passo antecedente, e obrigatório, para a vinda definitiva da Câmara, com a sede própria a ser construída no terreno doado pelo Município.

 

Sobre o autor

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *